bloco336 bloco336

Jaber Especialidades Árabes em São Paulo/SP

jaberBeiruteO Jaber Especialidades Árabes é um restaurante de comida árabe que se encontra em São Paulo, capital. O espaço é um dos mais conhecidos, populares e tradicionais da cidade, oferecendo uma excelente opção para os moradores e visitantes. O foco do restaurante é a oferta de alimentos árabes tradicionais, atualmente bastante conhecidos no Brasil. Algumas das especiarias mais conhecidas são o kibe cru, os kibes fritos, as esfihas abertas ou fechadas, além de pratos como babaganush (feito de berinjela) e homus (feito com grão de bico).

A linha de restaurante oferece pratos quentes e frios e doces e é ponto de referência de muitos clientes. Diferencial para os shows de dança do ventre em algumas unidades. Verifique disponibilidade, horário e local.

Conheça a lista de temperos Árabes

temperos_arabesSaiba um pouco sobre os temperos básicos usados nos pratos tipicos árabes. Segue abaixo a lista completa de temperos árabes do restaurante Jaber. A lista de ingredientes usados na cozinha árabe é bastante longa, por isso somente os principais foram relacionados.

Sobre a grafia dos nomes, adotei o critério de expressa-los da maneira como são mais conhecidas, seja nas receitas ou nos empórios. Foi usado primeiro o seu nome em português e em seguida a sua grafia em árabe. Alguns são conhecidos somente pelo seu nome árabe.
Todos os produtos aqui relacionados são encontrados em casas especializadas ou em empórios árabes.
Uma última recomendação: os árabes usam os temperos com bastante moderação. Ele serve para perfumar ou condimentar o prato sem fazer desaparecer o que para eles é o principal, o sabor dos alimentos.
Água de rosas e água de flor de laranjeiras – mai ward e mai zahr
São duas essências tipicamente orientais e devem ser usadas somente para perfumar os pratos. Usadas normalmente em caldas e doces, podem ser também adicionadas em alguns pratos salgados , como tripa cheia, carneiro recheado e outros pratos recheados que levam manteiga.

Qual quantidade certa, comprar para uma Festa?

quanto_comprar_festaPensando em fazer uma festa e não sabe a quantidade ideal de esfihas ou salgados que deve comprar?
Veja nossa sugestão: Salgados : Aproximadamente 6 salgados por pessoa independente do sabor.
Ex. 10 pessoas = 60 salgados.

Frios : Homos, Babaganuche, Kibe cru, Tabule, Coalhada seca
100 grs por pessoa
Obs: No total, não de cada sabor.
Ex. 10 pessoas = 1 kg
Pães : Sírio grande
Normalmente uma unidade por pessoa
(cortar em 4 partes para evitar desperdício)

showadsensebloc

A História do Homem que veio do Libano – Jamil

frentelojaberVeja abaixo a história do fundador de uma das maiores redes de esfihas do Estado de São Paulo – Jaber.
Escrito pelos familiares do Sr. Jamil, com carinho segue: “Meu nome é Jamil, nasci em Beirute – Líbano em 1928. Deixei meus pais no Líbano, com 17 anos na tentativa de enriquecer. Peguei o navio Corinthian. A vigem rumo ao Brasil foi longa, paramos na ilha de Chipre na Itália, Portugal e no Brasil paramos em Recife, Rio de Janeiro (aliás, quase fiquei por lá), e finalmente chegamos em Santos, onde vim de ônibus para São Paulo. Aqui me fixei na rua 25 de março onde trabalhei como vendedor de frutas. Mais tarde trabalhei vendendo doces por todo estado de São Paulo. Nesse trabalho conheci inumeras cidades do interior e do litoral paulista.

Em 1951 fundei a minha primeira loja, situada na rua Vergueiro.
Em 1953 casei com Ivanilde. Em 1954 tive meu primeiro filho, Mauro Jaber, e em 1959 me mudei para a rua Apeninos. Lá nasceu meu segundo filho, Nabil Jaber. Em1963 abri uma outra loja na rua Afonso Braz e deixei a loja com meu irmão, depois abri outra loja no Morumbi e a deixei com meu outro irmão.
Em 1969 a loja da Vergueiro transferiu-se para a rua Domingos de Moraes 86. Minha mulher morreu em 1994.
Meu filho Nabil teve dois filhos: Jamil e Mariana, meu filho Mauro teve três filhos, Raphael, Mauro Thadeu e Jennyfer. Minha loja ao longo do tempo vem cada vez mais acumulando importantes títulos da culinária internacional e da culinária árabe. Um dos meus principais títulos foram os de melhores restaurante árabe de São Paulo entregue pela revista Veja São Paulo nos anos 2000, 2001 e 2002.
Hoje a loja continua indo muito bem sob os comandos de meus filhos. E seguirá no comando de meus netos.
Faleci no dia 9-1-2003.